Artigos
 

A BANDEIRA DO MAÇOM

 

Nossa loja neste dia

Reflete um só pensamento,

Produz um só sentimento

Carregado de alegria

 

A bateria mais perfeita,

As vozes se unificam,

Espíritos se edificam,

A alma toda se enfeita.

 

Assim se faz um só canto,

Um só corpo na Oficina,

A instrução quem nos ensina

Bandeira, sagrado manto.

 

"Maçom, traga no peito

Amor por seu país;

Faça seu povo feliz:

Exemplo, justo e perfeito.

 

Não deixe que o temor

Desvie o cinzel do malho;

Seja forte no trabalho,

Construa obra de amor.

 

Na batalha das paixões,

Seja a trolha o instrumento;

Seja a bondade o cimento;

Que se unam corações

 

Não pode o preconceito

Tornar um erro verdade;

Não pode nunca a vaidade

Servir de sombra ao defeito.

 

Não pode a tirania

Calar a voz de um povo.

Respeite ao velho o novo;

Promova paz e harmonia.

 

 

 

Evite, maçom, que o cansaço

Impeça a boa jornada.

Ascenda os degraus da escada

Com seu estudo, não braço.

 

Seja maçom verdadeiro,

Sem orgulho ou falsidade:

Mestre aprendiz da verdade

E o mais fiel companheiro.

 

Maçom, seja prudente;

Sua Loja assim obriga.

Luz em excesso castiga

E erros são trevas da mente.

 

Tenha a mente sempre sã.

Na guerra, na desavença,
Na fraqueza, na descrença,
Seja a casca da romã.

 

Traga no peito a lição
Em seu ritual inserida:

Seja cura na ferida,
Segunda asa do irmão.

 

Arme seu braço da espada
Quando me vir ofendida.

Seja a morte então querida
E a glória lhe seja dada.

 

Maçom, um pedido lhe faço:

Defenda sua bandeira,
Ame a terra brasileira;
Seja o Brasil seu compasso.

 

Maçom, durante a vida,
Seja esta a sua luta:

Mudar Brasil, pedra bruta
Em bela pedra polida.

Repouse então sobre a mesa
A régua, esquadro e malho;
Cale o som de seu trabalho,

Contemple a final beleza.

 

E quando o corpo cansado
Buscar o Eterno Oriente,
Respire a alma contente

Do trabalho aqui deixado.

 

Obreiros da Arte Real
Saberão honrar seu nome;
O tempo nunca consome
A obra assim imortal."

 

Receba, minha bandeira,
Nesta hora, neste dia,
A sincera homenagem.

Os maçons aqui presentes,
E mesmo aqueles ausentes
Entre vales e orientes

De toda a Maçonaria,
Enchem o peito de coragem

E, ante suas cores e imagem,
Reafirmam o compromisso:

Seja o Brasil nosso ofício,
E bem-vindo o sacrifício
Pela Pátria brasileira.

 

Acordes soam mais forte

Ecoando ao sul e norte
De nosso amado país.
Cantaremos sua glória,
O passado na memória,

Forjando feliz futuro.

 

A voz agora se cala,
Fica muda nossa fala
E nossa alma feliz.

Cantamos muda canção
No fundo do coração.

 

E nessa singela prece,
A promessa se reaquece:

Minha Bandeira: Eu o juro.

 

Área restrita
Login :
Senha :
Indique o site
Seu nome:
E-mail do amigo:

Rua : Ibirapuera Nº 83 Jd São Lourenço Campo Grande - MSNúmero de visitas : 31466